Digital

No seu website, o que não pode faltar – parte 1

Diogo Ferreira da Costa
Head of Digital, Lift

As melhores dicas para aumentar Tráfego, Leads & Vendas.  

Temos boas razões para estar a publicar este post. Quais?
More ganhou um primeiro prémio de WebDesign nos prémios Navegantes XXI 2015 ACEPI com o website TvCine & Series. Nessa medida, é para nós gratificante poder partilhar convosco algo de nós, nomeadamente sobre as principais dicas que deve considerar no seu website. Não menos importante, aplicar um webdesign de excelência no website é muito relevante na utilização da metodologia de Inbound Marketing. Já vamos ver porquê.

O ponto de partida da metodologia de inbound marketing é “atrair”. Nessa primeira fase, o digital design de um website assume o papel de “cartão de visita” e pode ser a chave do sucesso da estratégia digital de uma empresa.

O principal fundamento do Inbound Marketing é criar um laço com o cliente, por forma a proporcionar um atendimento personalizado, que dê resposta directa às suas necessidades. No fundo, estabelecer uma relação de confiança, que, a longo prazo, poderá se converter em fidelização. Muito à semelhança do que o que acontece no comércio tradicional, com a loja física. Tratando-se o inbound marketing de uma estratégia digital, a expressão “loja virtual” ganha ainda mais sentido e o website é hoje um balcão de venda ou, pelo menos, a montra da empresa. Comecemos por aqui.

A base de qualquer negócios é ter clientes. Muitos. Mas para ter clientes, temos de ter visibilidade. Podemos ter a melhor loja do centro comercial, mas se for a mais escondida, teremos que nos dar a conhecer. Temos que ser encontrados.

mail-header
No mundo digital, a estratégia é semelhante.

Os motores de pesquisa são, cada vez mais, a principal ferramenta de acesso à internet dos cibernautas, que simplificam a tarefa de escrever o (extenso) url da página no browser e escrevem, apenas, a expressão ou palavra-chave do assunto que pesquisam. A longa lista de resultados que surge após o enter provém da leitura que o motor de pesquisa fez da extensa base de dados, que, de acordo com determinados critérios, é hierarquicamente ordenada e apresentada em forma de lista. É aqui que temos que ser encontrados: nos primeiros lugares desta lista de resultados de pesquisa.

Posto isto, para criar um site de sucesso é preciso ter em conta o já tão falado SEO (Search Engine Optimization). A correcta escolha de palavras-chave (target keywords) e o seu uso no corpo da página, a escolha de títulos e subtítulos, são algumas técnicas de SEO que, quando bem aplicadas, ajudam a subir de posição no ranking dos motores de pesquisa.

Mas, apesar de tudo, os sites não são construídos para serem usados por motores de pesquisa: devem ser feitos por pessoas, para pessoas. A experiência que proporciona ao utilizador deve ser também uma das principais preocupações, pelo que questões como design e usabilidade, devem ser igualmente consideradas. Testar cores, testar botões, cabeçalhos, menus, funcionalidades… Testar! Todas as questões estéticas e de usabilidade devem ser testadas por pessoas, se possível alheias a todo o processo de criação, para que possam livremente escolher o que funciona melhor.

Veja com mais detalhe estes must haves e outras dicas para o seu website no nosso e-book.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.